Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rumo ao Minimalismo

A minha viagem ao minimalismo, desperdício zero e vegetarianismo - Estou quase, quase lá!

Rumo ao Minimalismo

A minha viagem ao minimalismo, desperdício zero e vegetarianismo - Estou quase, quase lá!

22.10.18

Desafio da Escrita #9 - Branco (no minimalismo)

Rita (porque minimalistas há muitas)

 Olá malta! 

 

Atrasada, mas ainda não me esqueci do desafio nem vou desistir, só para que saibam . Confesso que ultimamente tenho andado muito ocupada com uma série de acontecimentos - desculpa totó - mas cá estou para mais uma palavra deste magnífico desafio que tanto me faz analisar tudo à minha volta. Pensei muito no branco e na mensagem que deveria passar enquanto autora do blog e enquanto recém minimalista e que fosse de encontro aos pilares deste meu cantinho. Por isso cá vai.

 

Beach, Curtain, Decorations, Flower Bouquet, Flowers

 

Desde que moro sem os meus pais que me lembro de ter esta enorme vontade de ter uma casa imaculada cheia de branco - de certeza que há por aí alguém que se identifique comigo... certo?  - Aquela sensação de paz e brilho, em dias ensolarados com cortinas a esvoaçar e a nadar na brisa que entra pela janela, como se estivéssemos na ilha da lua de mel, no último filme do Crepúsculo. Estão a ver, não estão? 

 

O branco sempre me deu muita paz de espírito, e bem sabemos que as casas em Portugal (as casas do povo, diga-se) não são propriamente feitas de vidro nem deixam entrar assim tAAAnta luz. Mas a geração do desenrasca e as anteriores fazem o que podem, na medida do possível. E o que não falta para aí são objetos COMPLETAMENTE ESSENCIAIS (ok malta?) brancos para ter em casa. 

modern-minimalist-bedroom-3147893_1920.jpg

 

Ora de acordo com uma página brasileira, o branco significa "paz, pureza e limpeza" - três palavras que têm tudo a ver com o minimalismo, não acham? E quanto mais nos rodeamos com esta cor, mais brilho e clareza trazemos às nossas vidas. "É uma cor que sugere libertação, que ilumina o lado espiritual e restabelece o equilíbrio interior. (...) Um ambiente branco proporciona frescura, calma e dá ideia de maior espaço, proporcionando a sensação de liberdade. Em excesso, pode dar a impressão de frieza, vazio e impessoalidade. Por isso, sugere-se a conjugação com objetos coloridos. O branco oferece uma combinação perfeita com qualquer outra cor."

 

E vocês, gostam deste estilo minimalista-que-mais-me-parece-uma-mania-contemporânea-e-abusiva-e-que-se-calhar-não-dura-para-sempre? Têm dicas low cost? Digam coisas nos comentários!

 

Beijinhos

 

 

 

 

22.10.18

Livre-se de uma coisa que não usa, todos os dias durante um mês - The UniPlanet

Rita (porque minimalistas há muitas)

Capturar.PNG

 

 

Tenho a dizer que esta é a melhor newsletter que recebo DE SEMPRE e que felizmente aderi por recomendação de alguém aqui da nossa blogosfera do sapo. A UniPlanet retrata exatamente a minha posição atual no que diz respeito ao minimalismo e zero waste, que para além de ir de encontro à minha filosofia de vida e a qual (esporadicamente) tenho vindo a apresentar aqui no blog, tem apresentado notícias semanais do que se passa no planeta sobre estas temáticas. É realmente fantástico, e recomendo a quem não conhece que dê uma vista de olhos. É o meu feed de notícias favorito!

 

Este desafio foi publicado a 18 de Outubro deste mês e tem como objetivo fundamental livrarmo-nos de um objeto que não usamos por dia. 

1.PNG

 

Seja um verniz de unhas que já não usamos há muito tempo e que até nem gostamos muito da cor, ou aquele perfume que insiste em manter-se no fundo da prateleira. Um livro que já foi lido, ou uma caneta que não escreve - o importante é destralhar e eliminarmos de uma vez por todas todo este excesso que mantemos nas nossas vidas sem propósito nenhum e que - vá, todos vós concordam comigo - não interessam nem ao cão da vizinha para roer. 

 

Não vos digo para deitarem tais objetos no lixo (com exceção do raio da caneta - Usem computador ou o próprio telemóvel para substituir as vossas próximas compras de canetas). Muito pelo contrário. Podem até ser coisas que provavelmente trazem mais valia à vida de outras pessoas. Economia circular, minha gente. Nunca se esqueçam da economia circular. Andamento e bola para a frente!

2.PNG