Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rumo ao Minimalismo

A minha viagem ao minimalismo, desperdício zero e vegetarianismo - Estou quase, quase lá!

Rumo ao Minimalismo

A minha viagem ao minimalismo, desperdício zero e vegetarianismo - Estou quase, quase lá!

26.04.18

A arte de apreciar o que é bom e este meu novo ser.

Rita (porque minimalistas há muitas)

   Meu querido Rui Veloso. Ontem fui ver-te. Pela primeira vez em 28 anos de existência, e não sei porque demorei tanto tempo. Sempre fizeste parte de mim, muito através da influência musical do meu pai, que felizmente tem bom gosto para a coisa - não fosse ele músico.

   Um espetáculo que prometia 75 minutos de puro entretenimento e nostalgia, acabou por ser ainda melhor e com direito a 140 minutos. Assim que sacaste da gargantilha correram-me as lágrimas pela cara abaixo. Depois o Primeiro Beijo. Depois algumas que eu não conhecia. Depois Não há Estrelas no Céu, Chico Fininho, Porto Côvo, Nunca me Esqueci de Ti, Lado Lunar e outras tantas pelo meio - Acabaste com o Anel de Rubi e eu acabei vermelha que nem um tomate com olhos de choro de três horas. 

   Há um motivo pelo qual gosto tanto de ti. Ao meu pai chamavam-lhe o Rui Veloso dos Sete Capotes (onde morávamos antigamente) e adoro ouvi-lo cantar as tuas músicas. É tão bom! Desde que me lembro que o faz e és um elemento que nos une. Tu e o Jamiroquai, mas isso fica para outro dia :) Levo-te comigo para todo o lado, como tu fazes com a bóina do BB King. 

   Há uns anos estiveste na minha cidade e eu, por achar que era uma adolescente espetacular que não tinha de ir, arrependi-me no dia seguinte. Caramba! Manias de adolescentes que sabem tudo. Mas ontem fui. Fui e adorei. Vou relembrá-lo para sempre. Resultado de imagem para heart O.B.R.I.G.A.D.A. Resultado de imagem para heart

12 comentários

Comentar post